"There's a fear I keep so deep / Knew it name since before I could speak (...) If some night I don't come home / Please don't think I've left you alone"- Keep The Car Running, Arcade Fire

sábado, 5 de maio de 2012

Ama teu vizinho como a ti mesmo


Eu e Luisa sempre tivemos uma forte ligação. Durante a adolescência, compartilhamos risos, frustrações e grandes histórias, transformando-a de prima à irmã. Cecel, um amigo formado principalmente através de afinidades musicais. Posso lembrar perfeitamente de nós dois bem novos – e com cabelo ainda – discutindo a diferença entre tristeza e melancolia a partir das canções do Belchior.

Estive ligado – e posso afirmar que me sinto até responsável, de certa forma – até quando eles se ‘encontraram', o começo da história de amor dos dois. Ainda assim, quando soube que eles viriam morar no meu prédio, janela a janela com meu apartamento, por mais que gostasse da ideia, temia lá no fundo que isso poderia invadir minha intimidade. Não poderia estar mais enganado.

Nos dois anos que moramos “juntos”, nosso contato se estreitou da melhor forma possível. São incontáveis os bons momentos: os bolos da Loo; tristezas e alegrias compartilhadas; segredos de uma janela para outra; desabafos importantes; canelinhas compartilhadas no bar do Ivan; Revela e sons de faxina vazando de um apartamento para o outro; gritos de gol do Botafogo fazendo Cecel rir um andar acima; sessões de terapias nas noites de quarta-feira com futebol “no mudo” e som da melhor qualidade – inclusive, em encontros desses que fui apresentado a Renato Teixeira, que apresentei Wilco e Changing Horses, que me encantei com Rita Coolidge, que vi Cecel descobrindo o Bob Dylan letrista via Blood on the tracks, que compartilhamos o encantamento com o country rock de Gram Parsons; brincadeiras com o gato preto; eu chegando de manhã na casa deles para contar minhas ‘aventuras’ da noite anterior; Loo me fazendo ter um carnaval divertido em Angra!!; quando acabei de assistir ao último episódio de Lost, ainda sob o impacto do fim, a primeira coisa que fiz foi correr ao apartamento deles!

E esse texto é basicamente para dizer a falta que me fazem aqui, o quanto sinto saudades de tão grande proximidade. Sempre que escuto algum dos discos citados (ou Crosby, Stills, Nash, Neil Young, Piazolla, dentre muitos outros) dá vontade de chamar na janela. Posso dizer, sem dúvidas, que nossa convivência foi extremamente prazerosa e criou laços ainda mais fortes. E justamente agora que dois vão virar três, eles se mudaram... Deveria haver uma cláusula no contrato obrigando a permanência aqui até que o menino fizesse um ano no mínimo!


P.S.: Este texto foi escrito ao som de Ladies of the Canyon, da Joni Mitchell – um dos melhores presentes que já ganhei.

Por Ricardo Pereira

10 comentários:

  1. Que lindo!!!
    Adoro todos vocês!
    saudades!!!
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, Grazi!

    Saudades tb, tem que aparecer por aqui!

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Fabricio de Lima Carneiro6 de maio de 2012 14:27

    Que maneiro! Pude ver 'in loco' essa cumplicidade uma ou duas vezes. Bonita demais a amizade de vocês! Lembranças aos quatro! abs, Fabricio

    ResponderExcluir
  4. Riiiico!!!
    Nossa amei o texto, fiquei muito emocionada e feliz!!!
    Os momentos que vivemos são únicos, sempre serão!!
    Me deu uma baita saudade da nossa janela e te gritar: Ricooooo! para compartilhar nossas histórias malucas.
    Amo você!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Loo!! Saudades mesmo de vocês!!

      Excluir
  5. Muito bonito o texto!! esse papo de janela vai deixar saudade tb pros visitantes como eu, que ia na casa da Lu te procurando por trás da tua cortina, ou que dava um pulinho pra pedir p me destrancarem desse portão inconveniente... ou trocava obejtos voadores com a luisa da tua casa em dias de pizza, rs
    Vc deveria se mudar agora pra varanda da frente, o menino nasce em setembro! rs
    Beijo, saudades!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehe, valeu Mari! Eles que não tinham que ter saído agora rs

      Bjs!

      Excluir
  6. Excelente texto...

    Mas se ele se mudar pra varanda da frente ele vai morar na casa do Mit?? hauhauahuah

    Henrique Dias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahaha

      Vou falar com a tia Conceição hoje mesmo, então! rsrs

      Excluir